Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bluegazine

Sabe o que vem aí

Concerto de Ano Novo no Coliseu Porto com a Orquestra Metropolitana de Lisboa

concerto coliseu porto.jpg

Quem esteve no Concerto de Natal com a Metropolitana e o CORO SINFÓNICO LISBOA CANTAT sabe o quão especial foi. No próximo dia 6 de Janeiro, a Orquestra Metropolitana de Lisboa volta ao Coliseu Porto para um concerto com valsas, polcas e marchas.

 

Para entrar em 2018 com uma celebração a rigor, seguindo a tradição dos Concertos de Ano Novo na Sala Dourada da Musikverein de Viena. No sábado, 6 de Janeiro, às 21h30, a Orquestra Metropolitana de Lisboa traz até ao Coliseu Porto polcas, marchas, valsas, danças rústicas e contos de fadas de Tchaikovsky, Dvořák e Strauss, que todos já escutámos, quer em bailados, quer no cinema.

A conduzir esta festa musical vai estar o maestro Sebastian Perłowski, considerado “O Melhor Maestro da Ópera de Cracóvia dos Últimos Cinco Anos”.

A música de Johann Strauss II marca o compasso e finaliza o espetáculo, com a belíssima “Valsa Danúbio Azul”. Tchaikovsky e Dvořák ajudam nas honras da casa, contribuíndo com algumas das mais belas melodias de sempre. O concerto abre com "Capricho Italiano", de Tchaikovsky. Do compositor russo ouviremos também “Marcha”, “Valsa das Flores” e “Dança Russa”, três composições do bailado "O Quebra-Nozes".

Programa:

P. I. Tchaikovsky Capricho Italiano, Op. 45
J. Strauss II Polca Champanhe, Op. 211
A. Dvořák Dança Eslava N.º 7 em Dó Menor, Op. 46
P. I. Tchaikovsky Marcha, do bailado O Quebra-Nozes
J. Strauss II Perpetuum mobile, Op. 257
P. I. Tchaikovsky Valsa das flores, do bailado O Quebra-Nozes
W. Kilar Orawa, para orquestra de cordas
J. Strauss II Polca Eljen a Magyar! (Viva a Hungria), Op. 332
A. Dvořák Dança Eslava N.º 8 em Sol Menor, Op. 46
J. Strauss II Polca rápida Sob Trovões e Relâmpagos, Op. 324
P. I. Tchaikovsky Dança Russa (Trepak), do bailado O Quebra-Nozes
J. Strauss II Valsa Danúbio azul, Op. 314

 

Comprar