Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bluegazine

Sabe o que vem aí

Super Bock Super Rock, Dia 2: O Triunfo do Hip Hop!

IGL11272.JPG

 O segundo dia do Super Bock Super Rock fica marcado pelos concertos memoráveis de Anderson .Paak, um regresso à Altice Arena e Travis Scott, em estreia no nosso país. 

Dois nomes do eixo hip hop/soul universal. Quem viu a plateia da Altice Arena repleta de fãs a saltarem juntos a cada tema lançado durante a noite não pode ter dúvidas quanto ao triunfo do género neste festival. 

Um êxito que até tem uma cara e um nome. Slow J, um jovem já consagrado no hip hop nacional, é um verdadeiro símbolo desta versão do Super Bock Super Rock no Parque das Nações. Há três anos, Slow J aparecia discreto no palco mais modesto do festival dedicado às novas bandas nacionais. Aí marcou logo a diferença arrastando já uma considerável legião de fãs. No ano passado encheu o espaço do Palco EDP e voltou a corresponder de tal maneira às expetativas que foi o primeiro nome anunciado para a edição deste ano. Agora, no palco da maior sala de espetáculos do país, Slow J dominou a Altice Arena à vontade e ainda fez brilhar convidados especiais, como Richie Campbell, por exemplo. 

 

O regresso de Anderson .Paak, este ali no mesmo palco a abrir para Bruno Mars em abril do ano passado tal como documentámos aqui, foi absolutamente brilhante. Grande concerto a desfilar todas músicas que agitaram a sala, com destaque para o álbum Malibu. 

A estreia de Travis Scott gerou tanta expetativa que a Altice Arena registou mesmo a maior afluência de festivaleiros até agora nesta edição do SBSR. Simples, eficaz e direto, com componente visual em cenário a condizer e a ajuda de um DJ, Travis levou à loucura todos os seus fãs que acompanharam todo o alinhamento com um entusiasmo que mereceu elogios do norte americano. Momento alto do festival.

 

Voltando ao Palco LG, onde começou Slow J, neste segundo dia brilharam Luís Severo, Virtus e ERMO, no espaço curado pela Rádio SBSR FM.

Debaixo da icónica pala do Pavilhão de Portugal, o Palco EDP, recebeu e vibrou com Tom Misch, o mais esperado da noite. Antes, Oddisee & Good Compny, Olivier St.Louis, Princess Nokia e Prof Jam, deram as suas contribuições para colorirem este dia, claramente, dedicado ao universo hip hop e derivados. 

Pierre Kwenders e The Alchemist fecharam a noite no Palco Somersby na Sala Tejo da Altice Arena.