Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bluegazine

Sabe o que vem aí

Super Bock em Stock: Avenida de Alma Cheia!

75587539_3447924118581809_1865995348300791808_o.jp

Mais uma vez, o público validou o acerto do formato e da aposta arriscada em nomes menos conhecidos no cartaz do Super Bock em Stock. Na segunda noite o festival chegou mesmo a esgotar os bilhetes e foi bem visível a agitação pela Avenida da Liberdade, em Lisboa, do público em busca das melhores sugestões musicais. 

Os locais escolhidos para receberem concertos foram o Cinema São Jorge, Teatro Tivoli BBVA, Capitólio, Maxime, Estação Ferroviária do Rossio, Garagem EPAL, Coliseu dos Recreios, Casa do Alentejo, Palácio da Independência e ainda o Super Bock Bus. 

Em termos de concertos, havia muita expetativa com Curtis Harding, Josh Rouse, Michael Kiwanuka, Orville Peck ou Sinkane. Todos eles confirmaram-se como apostas certas, sempre com casa cheia e belíssimos concertos que ficam para a galeria de boas memórias do festival. 

Mas foi o herói local a conseguir a apresentação mais comovente, Slow J apresentou o novo trabalho em ambiente caseiro e com enorme eficácia. 

Foram duas noites em que cada espetador leva uma história diferente para contar, o espírito do festival é mesmo esse. Cada um faz o seu roteiro e leva a sua experiência para partilhar e lembrar até à edição do próximo ano quando a Avenida da Liberdade voltar a encher a alma de música.